quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

E Que Venha 2011!


Em um ano acontece muita coisa. As pessoas riem, choram, vencem, perdem, mudam de opinião, se conhecem, brigam, se separam... A gente não percebe, mas um ano é tempo demais. E todo fim de ano é a mesma história, mil promessas, muita vontade de mudar, de fazer algo novo, diferente, mas somente através de nossas próprias atitudes somos capazes de conseguir mudar algo em nossas vidas. Pra que mais uma vez, daqui a 1 ano estejamos todos nós fazendo as mesmas promessas, lamentando os mesmos erros, chorando as mesmas mágoas.
Então veja o que você REALMENTE quer e pode conseguir no novo ano que vai começar (até porque não adianta prometer algo que não vai conseguir cumprir), e TENTE, pior que a tristeza de não ter conseguido, é a vergonha de não ter tentado...



Por fim, quero agradecer a todos os amigos que leram essas viagens e me deram força pra continuar com o blog, durante quase todo o ano de 2010, com certeza se não fossem os elogios e críticas construtivas, eu tinha desistido de escrever novamente.




A todos os amigos, leitores e parceiros do Blog Condicional, UM FELIZ 2011! E que tenham um ano tão bom quanto foi esse meu :D

domingo, 26 de dezembro de 2010

Amar, Verbo Passado


Sem pensar em nada
Fecho meus olhos e esqueço de viver
Sem pensar em nada
Difícil é evitar de me perder
Com tanta coisa errada
Amar, verbo passado
Esquecido, pouco usado
Não devia ser assim

E não penso em nada
Pra não me arrepender
Fecho os olhos, e esqueço a dor lá fora
Mas é difícil esquecer
De tanta coisa errada
Do "amar e ser amado"
Reciprocidade ultrapassada
Não devia ser assim

Amar, verbo passado
Esquecido, pouco usado
Não devia ser assim
Queria não pensar em nada
Nem em tanta coisa errada
Não devia ser assim





Márcio 26/12/2010

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Yesterdays

Guns N' Roses - Yesterdays
(Axl Rose / Billy McCloud / Brian James / West Arkeen)



Ontem havia tantas coisas
Que nunca me contaram
Agora que estou começando a aprender
Eu sinto que estou crescendo

Porque os dias passados não significam nada para mim
Fotos antigas que eu sempre verei
O tempo apenas desbota as páginas
No meu livro de memórias
Preces em meus bolsos
E sem segurar o destino
Eu vou me manter mudando
Sem tempo para fixar meus pés

Porque os dias passados não significam nada para mim
Fotos antigas que eu sempre verei
Algumas coisas poderiam ser melhores
Se nós apenas as deixássemos ser

Dias passados não significam para mim
Dias passados não significam para mim
Não significam para mim (Não significam para mim)

Ontem havia tantas coisas
Que nunca me mostraram
De repente agora eu percebo
Que estou nas ruas e completamente sozinho

Porque os dias passados não significam nada para mim
Fotos antigas que eu sempre verei
Eu não tenho tempo para relembrar novidades antigas

Dias passados não significam para mim
Dias passados não significam para mim
Dias passados não significam para mim
Dias passados (Dias passados)

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Me Acompanha


Me sinto perto, mais do que estou na realidade
Ao perceber que a vontade de te ver é bem maior
Me sinto estranho, por ter assim tanta saudade
Toda a distância, na verdade, só me deixa bem pior
Mas quando vem a chuva, eu lembro de você
E isso eu sei por que, é fácil de entender
Eu penso em tudo que eu ainda não vivi
Crio coragem, crio forças pra seguir

Me acompanha por onde eu vou
No pensamento, no que restou
Me acompanha por onde eu vou
Mudou minha sorte, me conquistou

Se estou errado em ser assim
Precipitado, ou o que pensar de mim
Te faço parte do que sinto
Me sinto a parte, mas não minto
Te escrevo o que não consigo dizer
Faltam palavras, sobra o medo pra me esconder
Mas é verdade, pode acreditar
Tu me acompanha aonde quer que eu vá

Me acompanha por onde eu vou
No pensamento, no que restou
Me acompanha por onde eu vou
Mudou minha sorte, me conquistou





Márcio 19/12/2010

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Afinal de Contas, Deus Existe? - Parte II


Felizmente, sempre fui curioso e gostei de ler, o que me ajudou muito a formar minhas opiniões, acredito acima de tudo na fé das pessoas em si mesmas, acima de toda e qualquer religião, penso que a força de vontade e o pensamento em conseguir algo que se deseja são o que de mais forte temos como seres ditos "racionais". Todos nós temos necessidade de acreditar em alguma coisa, até mesmo os Ateus, que acreditam que Deus não existe, mas de qualquer modo todo mundo tem suas crenças.
Sabemos que a maioria das pessoas não tem as mesmas oportunidades de se informar e se questionar sobre esse tipo de assunto, então acabam sendo muito mais "influenciáveis" por qualquer religião ou ceita que diga que pode melhorar as suas vidas, claro que existem entre essas religiões algumas sérias, mas também existem os aproveitadores que se utilizam da fé das pessoas, e da vontade delas de viver de um modo mais digno, para enriquecer facilmente.
Claro que acabar com isso é algo praticamente impossível, mas só com a educação temos chance de diminuir o número de pessoas desinformadas e sem opinião formada, para que tenhamos menos intolerância, menos preconceito, e que pra que algum dia as chamadas "Guerras Santas", tão comuns hoje em dia, passem a ser apenas objeto de estudo de quem for aprender História.
Obviamente que ninguém quer que todos tenham a mesma opinião, mas sim que todos respeitem a opinião dos outros. Até porque, ninguém tem a certeza sobre o que está certo e errado, se existe mesmo um Deus ou não, isso não temos como saber em vida, mas que todos nós tenhamos o direito de acreditar ou desacreditar livremente nisso.

Afinal de Contas, Deus Existe? - Parte I


Não, não pense que você vai encontrar aqui nesse post a resposta pra essa pergunta. Eu não seria tão pretensioso a ponto de tomar a minha opinião como verdade absoluta. O que eu quero com essa postagem, é falar um pouco sobre a intolerância religiosa, que é um dos maiores problemas que a humanidade enfrenta atualmente. O tema é pesado, mas ultimamente eu andava utilizando esse espaço pra colocar apenas as letras que escrevo, ou falar de músicas e bandas que eu admiro, então acho que já era hora de voltar com as opiniões pessoais :D
Voltando ao assunto, não se trata apenas do preconceito existente entre os adeptos das diferentes religiões, mas também do preconceito entre quem acredita e quem não acredita em um Deus, em um ser superior (aí inclui-se também as diversas denominações pra este ser, que variam de religião pra religião). Convivemos diariamente com esta intolerância, que muitas vezes até mesmo nos veículos de comunicação aparece de forma maquiada ou explícita. Emissoras de televisão e de rádio, que muitas vezes são controladas, ou têm seus horários dominados por programas religiosos, absurdamente tentam "vender" a sua crença como "o único caminho para o paraíso", ou algo desse tipo. Em muitos lugares do Brasil, ainda, as escolas possuem em seu currículo a disciplina de Ensino Religioso, o que é outro atentado à dita "pluralidade religiosa" brasileira. Não passaria pela cabeça dos educadores (ou dos legisladores, que muitas vezes são quem criam essas disciplinas obrigatórias no currículo) que muitas dessas crianças e adolescentes possam ter tido uma educação voltada a alguma religião completamente diferente, ou que até mesmo em sua família existam apenas pessoas que não creem em um Deus? Não seria melhor cada um ter o direito de decidir o que é melhor para a sua vida, o que o faz sentir melhor?
Eu tive Ensino Religioso no colégio, e em todas as vezes que isso aconteceu quem dava aula parecia que não tinha a mínima ideia do que fazer, sobre o que falar, e hoje em dia eu fico me perguntando se não haveriam outras coisas muito mais importantes pra serem estudadas durante a vida escolar, como a valorização da vida, educação sexual e para o trânsito, enfim, isso sem contar informática, porque não são todos os lugares do país que têm condições de ensinar informática pra toda a rede de educação pública. Mas seguramente, se na escola nós fossemos ensinados a respeitar as diferenças, viveríamos em um mundo bem melhor.

domingo, 28 de novembro de 2010

Parabólica

Engenheiros do Hawaii - Parabólica
(Humberto Gessinger)



Ela para
E fica ali parada
Olha-se para nada
(Paraná)
Fica parecida
(paraguaia)
Para-raios em dia de sol
Para mim
Prenda minha parabólica
Princesinha parabólica
O pecado mora ao lado
E o paraíso... ele paira no ar

Se a TV estiver fora do ar
Quando passarem
Os melhores momentos da sua vida
Pela janela alguém estará
De olho em você
Completamente paranóico
Prenda minha parabólica
Princesinha clarabólica
Paralelas que se cruzam
Em Belém do Pará
Longe, longe, longe (aqui do lado)
(paradoxo: nada nos separa)

Eu paro
E fico aqui parado
Olho-me para longe
A distância não separabólica






P.S. Dedicado a Daniela Fucolo *-* (L)

sábado, 27 de novembro de 2010

Se Um Sorriso Vale a Pena


Eu poderia facilmente me perder em você
Mas realmente não há nada a se fazer
Desde o dia em que perdi a conta dos pequenos erros
Insatisfeito, não aceito a minha condição
Meu coração ainda não desistiu de tentar
Te dar um bom motivo pra voltar atrás
E sempre mais estranho é esperar em vão

Se um sorriso vale a pena
Tudo que eu queria era um sorriso teu
Se um sorriso vale a pena
Não é problema nenhum eu querer

Eu poderia facilmente fingir que nada aconteceu
Mas realmente não dá pra pensar em mais nada
Desde o dia em que pagamos a conta, pelas pessoas erradas
Não há alento, só contradição
E a escuridão ainda insiste em ficar
Te dou vários motivos pra voltar atrás
Mas sempre é muito estranho esperar em vão

Se um sorriso vale a pena
Tudo que eu queria era um sorriso teu
Se um sorriso vale a pena
Não é problema nenhum eu querer





Márcio 27/11/2010





P.S. Espero poder oferecer essa pra alguém...

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Noite E Dia


Noite e dia, me fascina
Disfarço, e faço que nem vi
Noite e dia, me alucina
O sol já não quer mais sair
E nos meus sonhos, te procuro
Escondo a rima, omito tudo
Teu jeito fácil de sorrir
Noite e dia, eu já não via
Motivos pra estar aqui
Não vejo a luz no fim do túnel

Se outra vez acontecesse
E pudesse dizer como eu te via
Por entre as nuvens... teu nome tira
Meu fôlego, minha vida
A cada vez que eu repetia
Suas poucas letras, sua melodia
Quero dizer teu nome...
Sem um porém, ou todavia
E fazer dele poesia
Por toda a noite, por todo o dia





Márcio 10/11/2010

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Os Dispostos Se Atraem


De nada adianta hoje em dia tanta gente procurar desesperadamente deixar de se sentir só, tentando seguir fórmulas decoradas de tanto ver na TV, ou nas revistas, ou lendo livros de auto-ajuda... Perdemos tempo idealizando a pessoa e o relacionamento ideal, isso em qualquer tipo de relacionamento, e não vivemos o momento, sempre achando defeitos em tudo e em todos (e eu tô tentando mudar isso). Se pararmos pra pensar, quanto mais procuramos por perfeição, menos se acha, até porque perfeição é algo que não existe, só é possível na vida de novela e de filme, e somos levados a acreditar e buscar ela em nossas vidas.
Quando nos livramos de preconceitos, e passamos a entender que pra conviver com alguém é necessário abrir mão de muita coisa, começamos a dar certo naquilo que queremos. Claro que não é nada fácil, mas ninguém nunca vai correr pra nossa felicidade pela gente...
Não tem regras, nem jeito totalmente certo, nem totalmente errado, só os dispostos a dar certo se atraem, se forem dispostos de verdade.

Dia Azul

Mais uma vez eu aqui no blog abro espaço pra falar de bandas que eu gosto, e outra vez uma banda praticamente desconhecida no RS. Trata-se da VOLVER, uma banda pernambucana que toca um som baseado num rock mais calmo, com elementos de MPB (na minha opinião, pelo menos, hehe)

Escolhi a música "Dia Azul", por achar a letra e a melodia muito bem trabalhadas.
Pra quem se interessar, acesse o Myspace da banda: http://www.myspace.com/volverbrasil




Quis tirar teus pés do chão
Fiz de você um lindo sonho além
Te encontrar num dia azul
Pegar na tua mão
Bom te ver
E enxergar uma nova direção
Você quis, permitiu se levar, ser feliz...
Na, na, na, naaaa... [x2]
Refúgio de nós dois
Num céu, não caberá
Prever um dia azul
E quem dirá que não?

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Viver a Vida, Bem Vivida


Viver um dia de cada vez. É tão difícil se desprender do amanhã, pensar só no hoje, viver intensamente o presente... Tudo, ou quase tudo que fazemos, é pensando no que há de ser depois, e sendo assim o "agora" nunca é desfrutado, em seu sentido completo. Somos criados assim, com essa ânsia de construir o futuro, e alguns chegam a passar a vida o fazendo, pra um dia aproveitarem (e acabam nunca aproveitando, sempre tem algo mais para ser construído).
Eu já pensei muito mais no futuro do que penso hoje, deixei de planejar as coisas a longo prazo (planos muito antecipados quase sempre não dão totalmente certo), e acho que as coisas estão dando mais certo assim...
Parece, muitas vezes, que a felicidade é algo que sempre vai chegar, e assim passamos o tempo todo buscando, sem nunca ter paz. Se cada um de nós passasse a ver a felicidade no próprio cotidiano, na própria maneira de ver o mundo, sem se importar tanto com o dinheiro que vai acabar, com o tempo que vai passar, com a velhice que vai bater, se fizéssemos isso apenas, não ia ser preciso tanta preocupação com o que teremos de ser amanhã, com tudo que teremos de lutar pra conseguir.

O Dia Em Que Júpiter Encontrou Saturno


- Quando a noite chegar cedo e a neve cobrir as ruas,
ficarei o dia inteiro na cama pensando em dormir com você.
- Quando estiver muito quente,
me dará uma moleza de balançar devagarinho na rede pensando em dormir com você
- Vou te escrever carta e não mandar.
- Vou tentar recompor teu rosto sem conseguir.
- Vou ver Júpiter e me lembrar de você.
- Vou ver Saturno e me lembrar de você
- Daqui a vinte anos voltarão a se encontrar.
- O tempo não existe.- O tempo existe, sim, e devora.
- Vou procurar teu cheiro no corpo de outra mulher.
Sem encontrar, porque terei esquecido. Alfazema?
- Alecrim. Quando eu olhar a noite enorme do Equador,
pensarei se tudo isso foi um encontro ou uma despedida.
- E que uma palavra ou um gesto,
seu ou meu, seria suficiente para modificar nossos roteiros.



(Silêncio)


- Mas não seria natural.
- Natural é as pessoas se encontrarem e se perderem.
- Natural é encontrar. Natural é perder.
- Linhas paralelas se encontram no infinito.
- O infinito não acaba. O infinito é nunca.
- Ou sempre.







(Caio Fernando Abreu)







P.S.: Pra quem não conhece, o Caio Fernando Abreu foi um jornalista e escritor gaúcho, que teve várias obras publicadas, num estilo bem particular de escrever, misturando solidão, sexo e medos... Pra quem se interessar em saber um pouco mais dele, na internet é possível se achar muita coisa de suas obras, aconselho :)

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Tem Dias


Tem dias que é melhor nem acordar
Tem dias que é melhor nem viver
Tem dias que é melhor nem saber
O que se sente, o que se vê

Tem dias que é melhor nem fingir
Que não se entristece em ver partir
Tem dias que ainda hão de vir
Que mudarão tudo aqui

Tem dias que passam
Tem dias que ficam
Tem dias que choro
Tem dias que grito
Que me satisfaço em tentar
Que não me preocupo em entender




Márcio 26/10/10

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Algum Dia

Capital Inicial - Algum Dia
(Pit Passarel)


Ninguém nunca te disse
Como ser tão imperfeito
Você tem tão pouca chance
De alcançar o seu destino
É fácil fazer parte
De um mundo tão pequeno
Onde amigos invisíveis
Nunca ligam outra vez
Talvez até porque
Ninguém ligue pra você
(Refrão)
Se você quer
Que eu feche os olhos
Pra alguém que foi viver
Algum dia lá fora
E nesse dia
Se o mundo acabar
Não vou ligar
Pra aquilo que eu não fiz
Faz muito pouco tempo
Aprendi a aceitar
Quem é dono da verdade
Não é dono de ninguém
Só não se esqueça que atrás
Do veneno das palavras
Sobra só o desespero
De ver tudo mudar
Talvez até porque
Ninguém mude por você
Se você quer
Que eu feche os olhos
Pra alguém que foi viver
Algum dia lá fora
E nesse dia
Se o mundo acabar
Não vou ligar
Pra aquilo que eu não fiz
Talvez até porque
Ninguém ligue pra você (Uuu...)
(2x)
Se você quer
Que eu feche os olhos
Pra alguém que foi viver
Algum dia lá fora
E nesse dia
Se o mundo acabar
Não vou ligar
Pra aquilo que eu não fiz
(Vocalização 2x)
O mundo lá fora
O mundo lá fora
A vida lá fora
A vida lá fora

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Mais Um Entre Tantos


Começou a sentir pena de si mesmo. Ninguém entendia o quanto era complicado ser daquele jeito... Uma mentira levava a outra, e não conseguia dizer a verdade. As pessoas apontavam na rua, cochichavam entre si, como podia alguém ser tão diferente assim? Passou a acreditar nas histórias que contava, como se verdade fossem, no final das contas sempre dava certo, a não ser pelos marcas que deixava nos outros. Procurava insistentemente algo que nem sabia direito o que era, só precisava encontrar alguém, algum motivo, alguma força vinda de algum lugar, pra que não se deixasse finalmente abater. Tudo que iniciava, não tinha um fim, todas as coisas perdiam o valor, todos lhe magoavam de alguma forma, em algum momento... O mais difícil era perceber que na verdade carregava consigo o problema, pra onde quer que fosse, não importando quais fossem as atitudes dos que o rodeavam.
A culpa foi ficando pesada... Nos seus ombros já não mais cabia o mundo inteiro. Nas suas palavras o provisório já não era passageiro. Tudo dava errado, tentativa atrás de tentativa... Por que não procurar ajuda? Sozinho tudo era mais difícil, mas nunca conseguiu admitir que queria ajuda... Mas precisava de alguém, pra lhe devolver a esperança, de que podia sim ser que nem todo mundo, que podia não se importar com que os outros pensam...




Baseado em fatos (mais ou menos) reais.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Como Tudo Pode Ser


Pode ser até de nunca mais voltar
Pode ser igual, longe no fim
A culpa que não viu, e o mal, enfim
Tudo tira a paz e fica assim
Até quando deixou de sentir
Achou que nunca mais ia chorar
Mas tão difícil é não sorrir
Pro bem que há de vingar

Olha, o que eu espero
Talvez seja difícil suportar
Se te venero
Já não consigo acreditar
Que o que eu quero
Seja tão fácil assim de se esconder
Tanto mistério num olhar
Pra não final nem conhecer você
Do jeito que eu quero
Do jeito que eu espero
Como tudo pode ser



Márcio 11/10/2010

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Imagine


Um dos maiores gênios da história da música, pra não dizer o maior, John Lennon, líder da maior banda de todos os tempos, The Beatles, completaria 70 anos de vida nesse dia 9 de outubro de 2010, se estivesse vivo. Uma pessoa que acreditava que um novo mundo, mais justo e mais humano era possível, e que só dependia de cada um de nós pra que isso acontecesse.

Aqui vai uma pequena homenagem para o ídolo de tantos.



Imagine


Imagine que não há paraíso
É fácil se você tentar
Nenhum inferno abaixo de nós
Acima de nós apenas o céu
Imagine todas as pessoas
Vivendo para o hoje

Imagine não existir países
Não é difícil de fazê-lo
Nada pelo que matar ou morrer
E nenhuma religião também
Imagine todas as pessoas
Vivendo a vida em paz

Você pode dizer
Que eu sou um sonhador
Mas eu não sou o único
Espero que um dia
você se junte a nós
E o mundo, então, será como um só

Imagine não existir posses
Me pergunto se você consegue
Sem necessidade de ganância ou fome
Uma irmandade de homens
Imagine todas as pessoas
Compartilhando todo o mundo

Você pode dizer
Que eu sou um sonhador
Mas eu não sou o único
Espero que um dia
Você se juntará a nós
E o mundo, então, será como um só






A vida é passageira, mas o seu legado vai ficar para sempre.
O sonho NÃO acabou! :)



John Winston Ono Lennon (09/10/1940 - 08/12/1980)

sábado, 2 de outubro de 2010

O Futuro Já Começou


E mais uma vez eleições. Parece piegas e exagerado dizer, mas realmente o nosso futuro está nas mãos dos nossos governantes. E muitas e muitas pessoas por aí ainda continuam pouco se importando para isso, ou por estarem desiludidas com todos os casos de corrupção, ou por apenas acharem que seu voto não faz a menor diferença.
Mas sim, apenas com nossos votos que podemos mudar algo, de nada adianta reclamar da situação da nossa cidade, do nosso estado, do nosso país, se nós que temos a oportunidade de mudar as coisas não o fazemos.
A questão de votar em A, B ou C pouco importa, o mais importante é votar com consciência, votar ciente de que se está escolhendo o melhor, sabendo que um voto pode sim fazer a diferença.
Felizmente hoje em dia os jovens parecem estar mais interessados em política, conheço muitos que têm opinião formada sobre o tema, isso pode vir a ser muito bom no futuro, já que atualmente muitos votam sem se importar muito em escolher bem.

Quem sabe a juventude do nosso país não volta a ser mais engajada politicamente, como era nos tempos da ditadura, e do "Fora Collor", talvez seja de coisas assim que estejamos precisando...

"O futuro dependerá daquilo que fazemos no presente."

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Dias de Guerra


Aonde leva toda essa loucura?
O sangue escorre, a bomba explode
Dias de guerra, mal sem cura
Com a vida ninguém mais pode
A morte e a beira do abismo
Todos precisam viver em paz

Cada vez mais
O fim dos dias a se aproximar
Minas terrestres, pra tudo acabar
Onde isso vai parar?

Os inocentes virando indigentes
Sem culpa de estarem no lugar errado
Ninguém jamais irá apagar o passado
Todos que morreram sem saber por que
Muitos falam, mas quem vai fazer?

Quem vai acabar com a bala perdida?
Que sempre acha, e destrói mais uma vida
E o mundo precisa tanto de heróis
Já que ninguém nunca olha por nós
(2x)

Passividade, tudo parece natural
Agressividade, tudo parece tão normal
Nos acostumamos a ver tudo acontecer
Brutalidade, mais uma notícia da TV
Na nossa idade, os jovens estão a morrer
Por uma guerra, não têm ideais pra viver
Nos violentamos, e nem lembramos por que no final
Quem escondeu o amor, e plantou esse mal?




Márcio (escrito a anos atrás)

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Sobre Querer e Poder


Então, depois de abandonar o blog por um período, consegui arranjar tempo e assunto pra falar aqui. Queria falar sobre a diferença entre querer e poder fazer ou conquistar alguma coisa, que muitas vezes faz com que a gente se decepcione, quando achamos que algo que queremos muito vai acontecer, e acaba não acontecendo.
Quantas vezes cada um de nós coloca um objetivo na cabeça, e acha que nada vai atrapalhá-lo, não conseguimos pensar em outra coisa, nem disfarçar o que queremos, parece que é só questão de tempo pra tudo se encaixar do jeito que sonhamos, e então aos poucos essa conquista vai ficando mais e mais distante, o que se torna muito ruim quando não estamos preparados pra ver isso dar errado.
A grande maioria das pessoas não está preparada pra derrota, somos educados a sermos vencedores, ter uma carreira bem sucedida, uma família formada, ter estabilidade na vida, mas e se algo der errado? E se não for tão fácil como nos nossos sonhos? E se aquela pessoa não for o que você quer que seja? Nem sempre querer é poder.
Não é questão de ser pessimista, é apenas aceitar que pra sair vitorioso no final, provavelmente teremos que perder bastante antes...
Eu tento me adequar às situações, e aceitar que talvez seja melhor perder dessa vez, mesmo querendo mais do que nunca ganhar, mesmo não me imaginando em outra realidade, e penso que todos devem pelo menos tentar ser assim.
Muitos podem achar que é um esforço muito difícil de ser realizado, mas muitas vezes cansa muito mais brigar por algo que não pode ser conseguido.


Se a vida tá te fechando uma porta, talvez ela te abra uma janela...



"Olha lá, quem acha que perder é ser menor na vida
Olha lá, quem sempre quer vitória, e perde a glória de chorar
E eu que já não quero mais ser um vencedor
Levo a vida devagar pra não faltar amor...

[...]

E eu que já não sou assim, muito de ganhar
Junto as mãos ao meu redor
Faço o melhor que sou capaz
Só pra viver em paz!"

Los Hermanos - O Vencedor

sábado, 4 de setembro de 2010

Pois É




Los Hermanos - Pois É

Composição: Marcelo Camelo

Pois é, não deu
Deixa assim, como está, sereno
Pois é de deus tudo aquilo que não se pode ver
E ao amanhã a gente não diz
E ao coração que teima em bater

Avisa que é de se entregar o viver
Avisa que é de se entregar o viver

Pois é, até onde o destino não previu
Sem mais, atrás vou até onde eu conseguir

Deixa o amanhã e a gente sorri
Que o coração já quer descansar
Clareia a minha vida, amor, no olhar
Clareia a minha vida, amor, no olhar


_____________________________________________________________________________________

Essa música do Los Hermanos até me faltam adjetivos pra falar dela, a letra perfeita, a melodia muito boa, me arrisco a dizer que é a melhor composição do Marcelo Camelo para a banda, pra quem gosta de umas músicas deles e não conhece essa vale a pena :)

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Música


A música te faz voar, sonhar... Acho que todo mundo devia fazer isso de vez em quando, fechar os olhos, escolher uma música boa e deixar a imaginação levar. Não, não vou entrar no mérito do que é música boa, isso vai da opinião de cada um, eu tenho minha opinião bem formada sobre isso, e tento divulgar o quanto eu posso, mas o que eu quero falar aqui é sobre o poder que a música tem na vida das pessoas.
Alguém pode achar exagero, mas pare pra pensar: quantas vezes na sua vida, naquele momento ruim, uma música que parece ter sido feita pra você, uma música que você nunca tinha reparado, uma música que te faz pensar em mudar alguma coisa, quantas vezes uma música assim não apareceu?
Aí você fica dias ouvindo ela sem parar, acaba te ajudando a ficar melhor (ou então a desabar no fundo do poço de uma vez, hehe), até aparecer outra que vai tomar esse lugar de "música perfeita".
Ah, mas voltando ao começo do post, se desligar do mundo e deixar a música levar é a melhor maneira que eu acho de se desestressar, muito melhor do que respirar e contar até dez, nem que seja cantando alto e colocando tudo de mal que te aflinge pra fora.
Se as pessoas tivessem mais tempo pra parar e ouvir música, só fazer isso, nem que fosse uma hora por dia, tenho certeza que todos viveriam bem melhor.

Música é algo que nunca vai acabar, algo que surgiu a tanto tempo que ninguém sabe quando, surgiu da necessidade das pessoas de enxergarem o mundo com outros olhos, visão que muitas vezes elas não conseguem ter sozinhas...




"Alivia toda tua mágoa com o vinho e a música." (Horácio, poeta romano)

Contar


Eu preciso contar
Mais uma volta no ponteiro do relógio
O tempo passando devagar
Mas todas as chances somem tão rápido
Por onde vou, não posso deixar
De falar, de agir, de pensar
De saber, de sentir, de escutar

Eu preciso contar meus segredos
Mais secretos, e os meus sonhos buscar
Te encontrar nova utilidade
E deixar de lado essa saudade
Que insiste em aparecer
Toda vez que eu vejo você
Sem poder, sem fazer, sem tocar

Eu preciso aceitar minha vida
Deixar de contar só tristezas
Viver outra vez a euforia
Minhas palavras se perdem, e não chegam aonde eu queria

Eu conto vantagem, eu rasgo valores
Novos problemas, velhos desamores
Cobrando passagem pra não me deixarem em paz
Pra não me deixarem em paz
E nunca me deixam em paz...



Márcio 27/08/2010

sábado, 14 de agosto de 2010

A Bondade e a Maldade


Se dizem que "coisas boas vêm para pessoas boas", acho que esgotei minha cota de bondade...


E quando te perguntam o porquê de ser assim você responde como? Ser avesso a festas, ser legal com as pessoas, esperar algo em troca... A maioria não está acostumada com isso, é fácil de perceber, quem não tá nem aí pra você é seu melhor amigo, basta usar uma roupa legal, ser parceiro pra festas e bebedeiras, te arranjar aquele (a) que você tá afim...
As pessoas te testam o tempo todo, como você reage e como elas querem que você reaja, e se a diferença entre esses dois for muito grande melhor você procurar outra turma, amigo. Os teus parceiros de verdade são poucos e bons, mas você se sente frustrado por não ter tempo de conviver com eles como deveria, afinal a faculdade, o trabalho, a sua mãe enchendo o saco fim de semana, nada te ajuda a passar um tempo a mais com quem realmente merece.
E aí vem a tentativa de arranjar "novos amigos", no começo você acha alguém legal, mas com o tempo você percebe que é só uma pessoa a mais, mais alguém vazio, de alma e de pensamento. Depois vem a tentativa de preencher ainda mais seu tempo, sabe como é né, não deixar sua cabeça pensar e se revoltar com tudo que acontece, mas no fim é até pior.
Tá essa é velha, mas quer saber quem realmente se preocupa com você? Fique doente! Uns vão achar melhor nem falar contigo, afinal se tá doente não vai poder sair não é mesmo?
Preste atenção em quem te deixa pensar e falar o que você pensa, porque por mais que essa pessoa discorde de tudo que tu diz, se ela te deixar falar ela vale a pena...

Não tente ser legal com todo mundo(é o que eu preciso fazer), afinal se você for muito legal com quem não merece pode ter certeza que isso vai voltar de uma maneira que você não gosta, com maldade.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

O Teatro Mágico


"O dia mente a cor da noite, e o diamante a cor dos olhos. Os olhos mentem dia e noite a dor da gente."


Ah, eu precisava postar algo sobre essa banda... Confesso que tive uma certa resistência em conhecer o som, mas me viciei essa semana baixando as músicas deles.
Com letras inteligentíssemas e melodias muito bonitas, além de misturar elementos circenses e de várias outras expressões populares durante seus shows, a "trupe" de O Teatro Mágico aparece como uma alternativa de boa música em meio a tanto lixo que as rádios tocam hoje em dia, apesar de o projeto já existir a quase 10 anos.

Mas enfim, vamos ao que interessa, existem muitas letras boas dessa banda, mas vou postar a música que mais me identifiquei, letra e vídeo.


Sobra Tanta Falta
O Teatro Mágico

Composição: C. Trevisan

"Falta tanta coisa na minha janela
Como uma praia
Falta tanta coisa na memória
Como o rosto dela
Falta tanto tempo no relógio
Quanto uma semana
Sobra tanta falta de paciência
Que me desespero
Sobram tantas meias-verdades
Que guardo pra mim mesmo
Sobram tantos medos
Que nem me protejo mais
Sobra tanto espaço
Dentro do abraço
Falta tanta coisa pra dizer
Que nunca consigo

Sei lá,
Se o que me deu foi dado
Sei lá,
Se o que me deu já é meu
Sei lá,
Se o que me deu foi dado ou se é seu

Sei lá... sei lá... sei lá....
Se o que deu é meu...

Vai saber,
Se o que me deu , quem sabe?
Vai saber,
Quem souber me salve
Vai saber,
O que me deu, quem sabe?

Vai saber,
Quem souber me salve...




P.S.: Esse não é o vídeo oficial da música, e sim um feito com imagens de um curta-metragem




Post dedicado a Driih que me convenceu a escutar TM *-*

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Acorda


Acorda!
Veja só o que é claro
O que é raro
E o que te pagam pra acreditar
Se todos vestem carapuças
Só não há repulsa em teu olhar
Tudo é tão vago e calmo nesse lugar
Ainda escuto a última prece
Ainda lembro do último sonho

Disponha
De toda a sorte que quiseres
De todos beijos que roubastes
De toda a fé desperdiçada
No céu a lua, em serenata
E teu olhar ainda intacto
Por entre as ruas, atrás de espaço
Viaja o mundo a procurar

Inerte
Diante dos fatos, acorrentado
Sempre me esqueço do passado
Que ainda insiste em voltar
Procuras o quê? Já não sei mais
O tempo perdido ou a paz
Pouco eu sei do que esperar




Márcio 03/08/2010

terça-feira, 27 de julho de 2010

O Maior Problema do Mundo


Já parou pra pensar no tempo que a gente perde pensando? O grande problema do mundo é que o ser humano é um ser "racional" (assim mesmo, entre aspas). É parando pra pensar nas diferenças que surgem as guerras, é parando pra pensar nos preconceitos que aparece o ódio, é parando pra pensar no amor que nasce o sofrimento, é parando pra pensar no que fazer para alcançar sucesso na vida, que muitas vezes obtemos fracassos.
Mais fácil seria se todos nós seguíssemos à risca um mesmo caminho. Quando paramos pra pensar nas escolhas que temos que fazer é que tomamos decisões erradas. Se as pessoas fossem "frias", se não tivessem qualquer tipo de emoção, não haveria a tristeza. Também não haveria a felicidade, mas sem tristeza isso nenhuma falta faria. Não haveriam nem incertezas, nem inseguranças, ou qualquer tipo de violência, nem desequilíbrios naturais supostamente causados por nós, ou o medo da escassez de água...
Mas isso tudo é devaneio, continuamos pensando e agindo errado, sem parar pra pensar realmente no que estamos fazendo, acumulando problemas, guerreando uns com os outros, mais pela soberba e pelo egoísmo do que por qualquer outro motivo, amando, sofrendo e pensando que sempre os outros são responsáveis pelos grandes problemas do mundo.
Sim, a gente reclama o tempo todo de tudo, mas não percebe que o maior problema do mundo são as pessoas que estão nele, se não fôssemos nós - os causadores de tudo - problema nenhum existiria, então de quê adianta botar a culpa em Deus, nos Estados Unidos, no PT, ou seja lá em quem for?
Já que não é possível exterminar a "racionalidade" humana, o que resta é usar o dom do pensamento a nosso favor, para que o mundo deixe de ter tantos problemas, e para que nós, quem sabe em um dia distante, possamos nos orgulhar de sermos seres que têm a capacidade de decidir seu próprio futuro.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Timidez


Só quem é tímido de verdade sabe como isso muitas vezes (quase todas) é ruim. Você perde tantas chances por timidez, por medo de falar ou de fazer, por não conseguir ser na prática tudo que você é no pensamento... Eu tenho sérios problemas em saber como reagir em situações que pra muitos podem parecer comuns, e quem não é assim não entende como é difícil. Seria muito mais fácil se em vez de falar eu pudesse escrever sempre (risos), todos saberiam sempre o que eu penso, e não teriam sentimentos e ações cortadas pela metade por conta da timidez.
Não consigo entender como funciona a timidez, tantas vezes em situações que na teoria seriam muito mais nervosas eu consigo agir de maneira muito mais natural do que em outras, em que tudo parece ser mais simples de ser feito. E ah, as pessoas não perdoam sua mudez, sua falta de atitude, a não ser que sejam tímidos também, ou muito compreensíveis, a chance de você ficar marcado sempre por conta de um dia de extrema timidez é o que mais acontece e o que mais assusta um tímido.
O pior de tudo é o que vem depois: a culpa. O tímido se sente culpado por ser tímido, por não ter feito tudo que pensou em fazer, mas tem também o outro lado da moeda, a timidez é usada muitas vezes como blindagem quando algo dá errado, é muito mais simples dizer que foi por conta da sua timidez.


Talvez o tímido assumido mais famoso do Brasil seja o escritor Luis Fernando Veríssimo, que escreveu um texto sobre a timidez, do qual eu resolvi postar um trecho aqui.




Da Timidez
Extraído de: Comédias da Vida Pública


"O tímido nunca tem a menor dúvida de que, quando entra numa sala, todas as atenções se voltam para ele e para sua timidez espetacular. Se cochicham, é sobre ele. Se riem, é dele. Mentalmente, o tímido nunca entra num lugar. Explode no lugar, mesmo que chegue com a maciez estudada de uma noviça. Para o tímido, não apenas todo mundo mas o próprio destino não pensa em outra coisa a não ser nele e no que pode fazer para embaraçá-lo.

O tímido vive acossado pela catástrofe possível. Vai tropeçar e cair e levar junto a anfitriã. Vai ser acusado do que não fez, vai descobrir que estava com a braguilha aberta o tempo todo. E tem certeza de que cedo ou tarde vai acontecer o que o tímido mais teme, o que tira o seu sono e apavora os seus dias: alguém vai lhe passar a palavra.

O tímido tenta se convencer de que só tem problemas com multidões, mas isto não é vantagem. Para o tímido, duas pessoas são uma multidão. Quando não consegue escapar e se vê diante de uma plateia, o tímido não pensa nos membros da plateia como indivíduos. Multiplica-os por quatro, pois cada indivíduo tem dois olhos e dois ouvidos. Quatro vias, portanto, para receber suas gafes. Não adianta pedir para a plateia fechar os olhos, ou tapar um olho e um ouvido para cortar o desconforto do tímido pela metade. Nada adianta. O tímido, em suma, é uma pessoa convencida de que é o centro do Universo, e que seu vexame ainda será lembrado quando as estrelas virarem pó."

domingo, 25 de julho de 2010

Desconectar


Preciso me desconectar... Estou no meio de pessoas que não gosto. Não consigo disfarçar quando não gosto de alguém, e as pessoas me julgam por isso. Em um mundo de conveniências, é mais conveniente se fingir de amigo de todo mundo, e quem age diferente é tido como antipático, mal-humorado, mal-educado...
Admito que muitas vezes cobro demais das pessoas. Nem todos têm a mesma noção que eu de amizade, nem todos se preocupam do mesmo jeito que eu me preocupo, e eu sempre espero que sejam do mesmo jeito comigo. Mas muitas vezes também o tempo faz com que você conheça melhor as pessoas, o "encanto" não dura para sempre. Sempre... Sempre é uma palavra tão subjetiva, parece tão clichê dizer, mas realmente nada dura para sempre, amores, amizades, tudo na vida dura o tempo que tem que durar, por mais que a gente sofra quando deixa de ser tentando fazer com que seja mais duradouro, tudo na vida tem um ciclo, com começo, meio e fim. O difícil é entender isso.
Mas enfim, preciso me desconectar... Não deixar que os problemas e as barreiras que colocam na minha frente me deixem perdido, afinal todos nós somos maiores que os problemas, o que falta é coragem pra enfrentar... Preciso deixar de me preocupar tanto com os outros, ninguém vai fazer nada por mim mesmo. Preciso de um tempo pra minha mente, desconectar do resto do mundo e conectar no que eu quero pra mim. Não preciso me preocupar, quem quiser vai me seguir...

sábado, 10 de julho de 2010

Quase Sem Querer


Abrindo espaço dessa vez pra uma música que eu acho que tem tudo a ver com o que penso e digo aqui, acho que eu nunca tinha prestado tanta atenção na letra dela como hoje...



Legião Urbana

Quase Sem Querer
Composição: Dado Villa-Lobos / Renato Russo / Renato Rocha


"Tenho andado distraído
Impaciente e indeciso
E ainda estou confuso
Só que agora é diferente
Estou tão tranqüilo
E tão contente...

Quantas chances desperdicei
Quando o que eu mais queria
Era provar pra todo o mundo
Que eu não precisava
Provar nada pra ninguém

Me fiz em mil pedaços
Pra você juntar
E queria sempre achar
Explicação pro que eu sentia
Como um anjo caído
Fiz questão de esquecer
Que mentir pra si mesmo
É sempre a pior mentira

Mas não sou mais
Tão criança, oh! oh!
A ponto de saber tudo...

Já não me preocupo
Se eu não sei por que
Às vezes o que eu vejo
Quase ninguém vê

E eu sei que você sabe
Quase sem querer
Que eu vejo
O mesmo que você...

Tão correto e tão bonito
O infinito é realmente
Um dos deuses mais lindos
Sei que às vezes uso
Palavras repetidas
Mas quais são as palavras
Que nunca são ditas?

Me disseram que você
Estava chorando
E foi então que eu percebi
Como lhe quero tanto...

Já não me preocupo
Se eu não sei por que
Às vezes o que eu vejo
Quase ninguém vê

E eu sei que você sabe
Quase sem querer
Que eu quero
O mesmo que você..."

Ser Diferente é Normal


E o que te faz querer ser melhor? Sua família, seus amigos, o jeito que as pessoas te veem... Vivemos em um mundo de aparências, em que a maioria das pessoas prefere te julgar pela roupa que tu veste, pelo tipo de música que tu ouve, pelo tipo de "balada" que tu frequenta, enfim por qualquer outra coisa inútil, antes de conhecer teus pensamentos, tuas ações, o modo que tu enxergas a vida...
Não quero ser repetitivo em falar de mudanças, como já falei algumas vezes aqui, mas cabe o pensamento: será que vale mesmo a pena muitas vezes perder traços de sua personalidade pra agradar aos outros?
Eu conheço muita gente, tenho a sorte e posso dizer que tenho muitos amigos, amigos que sei que posso contar e que vou levar pra minha vida, mas são poucas as pessoas que eu vejo que tem um pensamento diferente, o pensamento de ser alguém único, que não segue o que todo mundo pensa, que pode fazer alguma diferença.
Não critico quem é como a maioria das pessoas, uns nem fazem pra seguir alguém, apenas vão levando a vida desse jeito, mas admiro muito quem tem coragem de dar a sua opinião, mesmo que seja completamente contrária a todo mundo.
Mas o que vejo é que muitos desistem por não aguentarem ser diferentes, por achar que nunca serão felizes se não forem iguais a todos os seus colegas, se não falarem só de namoros, de novelas, de festas, enfim, acabam perdendo o que têm de mais precioso, suas personalidades. Vejo, e muitas vezes me surpreendo, que em meio a tanta coisa errada hoje em dia ainda existem pessoas, muitas vezes anos mais novas que eu, que pensam da mesma forma que eu pensava, e torço pra que mantenham isso porque vão perceber o quanto vale a pena o seu próprio jeito de ver o mundo.
Eu nunca me considerei alguém igual a todo mundo, desde muito novo sempre pensei diferente de quem estava a minha volta, mas demorei muito tempo pra começar a expôr mais o que penso e sinto, esse blog foi uma das formas que encontrei pra me sentir melhor comigo mesmo, mesmo sem saber se alguém ainda lê o que eu escrevo aqui (risos). Posso não fazer diferença alguma com minhas ideias, mas tenho todo o direito de tê-las, e apoio sempre quem faz o mesmo.


Como dizia Voltaire (filósofo francês do século XVIII), "Posso não concordar com uma só palavra sua, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-la."



Então, o que te faz ser melhor só você pode saber, o que te faz querer seguir em frente nos seus sonhos, nas suas escolhas, é o que você é, e nada mais, se cada um de nós parássemos pra olhar pra dentro de nós mesmos, ao invés de prestar tanta atenção nos outros, não é questão de egoísmo, mas sim de estar em paz consigo mesmo...

domingo, 27 de junho de 2010

História Atemporal


Cobriu sua vida de disfarces, desculpas para cada situação. Escondia-se atrás de seus medos e suas mágoas, fingia ser forte apenas para se sentir melhor. Foi deixando passar chance após chance de mudar... Viu os dias começarem e terminarem iguais. As horas passavam voando, sem que percebesse que a vida ia também. E os dias viraram meses, e os meses viraram anos, e toda aquela inútil inércia frente as coisas que enfrentava parecia de vez tomar conta de si. Sentia vontade de gritar, em casa, na rua, ao mundo, que a angústia tirava seu rumo, e o guiava para um caminho desconhecido, sem se saber se poderia voltar para casa, para a segurança, para a sanidade...
E achou que ficaria melhor sozinho, e achou que seria fácil voltar a ser o que era, o que foi até o tempo em que fez suas escolhas, em que mudou o seu destino, para pior, ele pensava.
Pensou na vida em que levava, e em todas as opções, não viu saída a não ser se amparar no que melhor tinha, suas ideias, para chutar pra longe todos os problemas, e ser forte, mais do que fingia ser.
Agora espera o dia de amanhã, sempre melhor que o de hoje, sem deixar de fazer o que pode para que seja. Se reclamar da própria sorte não adianta, então procura por si próprio não precisar contar com ela.





História atemporal, sem começo, nem final, não para alguém...





Márcio 27/06/2010

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Passageiro



Queria eu ser passageiro nesse mundo
Viver pouco, mas intensamente
Sou levado pelas circunstâncias, num segundo
Triste vontade de mudar, ser diferente
Deixa o vazio tomar conta das palavras
E suas mágoas, já não poucas, cicatrizarem
Pelos caminhos, tão distantes, se perderem
Para que, tão longe, não possamos as enxergarem

Deixa a vida passar, para que eu seja passageiro
Como tudo no mundo, temporário
Que deixe minhas marcas, por onde passeio
Alheio ao que façam, ao certo, e ao errado.




Márcio 21/06/2010

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Saudade


Saudade é uma coisa que se sente, um sentimento que não tem muita explicação, todos sentem mas só em nossa língua essa palavra existe. Saudade pode ser muito ruim quando é de algo ou alguém que não se pode ter mais, mas é tão bom a saudade passageira, quando você sabe que mais cedo ou mais tarde ela vai passar... Saudade também pode te dar força pra mudar uma situação, quando você quer mudar para voltar a viver algo de que você sente saudade, ou então mudar para não sentir mais saudade, enfim, a saudade é uma das coisas mais difíceis de serem definidas, eu já escrevi essa palavra sete vezes nesse post até agora, e ainda não me convenci de que consegui dizer o que eu queria sobre a SAUDADE...
Eu sinto saudade de tanta coisa que passou, e tantas vezes quis voltar no tempo pra mudar coisas que podiam ter sido tão diferentes... Não tenho vergonha de me arrepender do que fiz, todo mundo erra, e claro que eu também já errei muito nessa vida. A vida é feita das nossas escolhas, e todos os dias temos que enfrentar situações em que usamos mais os nossos instintos, por às vezes não ter muito ideia do que fazer...
Saudade mesmo do tempo em que as escolhas que eu fazia não tinham tanta importância assim, mas não adianta, a gente cresce e passa a ser responsável por nossa vida, só resta mesmo imaginar como seríamos tendo feito outras escolhas.


Por fim, achei isso sobre a saudade, e pensei que era legal postar aqui




Soneto da saudade


Quando sentires a saudade retroar
Fecha os teus olhos e verás o meu sorriso.
E ternamente te direi a sussurrar:
O nosso amor a cada instante está mais vivo!

Quem sabe ainda vibrará em teus ouvidos
Uma voz macia a recitar muitos poemas...
E a te expressar que este amor em nós ungindo
Suportará toda distância sem problemas...

Quiçá, teus lábios sentirão um beijo leve
Como uma pluma a flutuar por sobre a neve,
Como uma gota de orvalho indo ao chão.

Lembrar-te-ás toda ternura que expressamos,
Sempre que juntos, a emoção que partilhamos...
Nem a distância apaga a chama da paixão



Guimarães Rosa
(1908-1967)

Se Fosse Fácil...


Se fosse fácil entender
A diferença entre o que se sente e o que se faz
Se não te deixasse para trás
Haveria um jeito melhor...
De se preservar isso tudo
De se parar os segundos
De pôr tudo em ordem

Se tantas pessoas não dissessem que não
se o medo não te impedisse de seguir a razão
Se as escolhas que fazemos não fossem tão importantes assim...
Haveria um dia que, em paz, mudaríamos o tempo
O presente, o destino, o sentimento
A vontade de não se arriscar

Se fosse fácil entender...
Se fosse fácil arriscar...



Márcio 17/06/2010

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Reinventar


Reinventar: Criar algo a partir do que já existe, transformar a si, a algo ou outrem, transformar o cotidiano , sair da rotina.


Muitas vezes em nossas vidas paramos para fazer uma avaliação do que nos tem acontecido, percebe-se as atitudes que tem que ser mudadas, é chegada a hora de se reinventar... Mas por que é tão difícil mudar? Há uma grande diferença entre o "falar" e o "fazer", mudanças dificilmente podem ser feitas de uma hora pra outra, geralmente mudamos aos poucos, e não tão significamente quanto gostaríamos.
Porém, quando as coisas deixam de dar certo não se pode mais adiar mudanças para melhor, basta termos força de vontade, é mais produtivo tentar mudar do que ficar reclamando que os outros não mudam por você!

Me sinto em um momento assim, de colocar na cabeça tudo que penso que pode e não pode servir na minha vida, e isso se refere a tudo, pensamentos, atitudes, pessoas... Na teoria é um discurso bonito de se fazer, mas quero daqui a um tempo olhar pra trás e ter a certeza que mudei pra melhor, e isso a partir de agora.


A vida é um livro em branco quando você nasce, e depois que você passa a ter consciência de tudo que está fazendo, ninguem além de VOCÊ mesmo pode escrever o seu futuro, suas escolhas, seus caminhos, tudo tem um peso maior do que qualquer outra coisa, basta acreditar no poder de promover a mudança que existe em você...

quarta-feira, 2 de junho de 2010

A vida pensada por Charles Chaplin


Ontem recebi pelo Orkut esse texto, que teria sido escrito por Charles Chaplin, em que é feita uma reflexão muito interessante sobre a vida, achei genial e resolvi postar aqui...



"A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.

Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade.

Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?"



Realmente seria um ótimo jeito de viver a vida...

domingo, 30 de maio de 2010

Pra Longe Daqui


Pra longe daqui
Fugir de tudo, e enfim
Encontrar a paz que perdi
E no sorriso que eu vi
Mudando tudo aqui
Fazer diferente o meu fim

Sonhando tudo que esperei
Imaginar onde cheguei a ficar
Passaram horas, dias, lugares...
Passou a vida, sem maiores detalhes
Pra longe daqui




Márcio 30/05/2010

domingo, 16 de maio de 2010

Saudosismo


Sempre fui contra dizer que sua "época de criança" sim que era a melhor, cada um é feliz do seu jeito, no seu tempo, os costumes mudam muito através das décadas, mas nesses últimos dias fui invadido por um sentimento de saudade, de saudosismo mesmo, da minha época de criança, e fiquei pensando como mudou pro que é hoje em dia, e não faz tanto tempo assim (risos)!
A dez, quinze anos atrás já existiam os videogames, mas nem por isso deixávamos de jogar bola de pés descalços na rua, de jogar bolinha de gude, de cair de bicicleta... Fico pensando em como meus filhos vão se divertir, se hoje em dia as crianças já vivem na "era digital", imagina quando meus filhos nascerem (espero que demore um pouquinho pra isso acontecer, risos).
Não condeno a modernidade, nem penso que eu fui mais feliz nos anos 90 do que são as crianças de hoje em dia, mas sinto saudade do tempo em que com 11, 12 anos ainda éramos puros e nos preocupávamos mais com a coleção de cartinhas do Pokémon, do que com namoros. Do tempo em que as crianças ouviam Mamonas e não Rebolation... Nada vai voltar mais a ser como era no meu tempo, mas espero um dia que meus filhos saibam o que é andar de bicicleta, e não sejam crianças obesas que só vivam na frente de um computador comendo salgadinho (Será que ainda vão existir salgadinhos? Eeei, mas eu era uma criança obesa! huahuaahahauaua)

Talvez só existam desenhos japoneses no futuro (O.o). Quem sabe alguém resolva lançar o último episódio da "Caverna do Dragão" que nunca foi lançado! Mas enfim, tudo isso não passa de um exercício de "futurologia", talvez o frio que anda fazendo nessa cidade que anda me afetando =/


Enquanto espero o futuro chegar, vou recordando o passado sem grandes preocupações de uma criança, pois o tempo sempre se encarrega de mudar as coisas, mas o que realmente valeu a pena nunca vai ser esquecido!

sábado, 15 de maio de 2010

Mais e mais dúvidas...


"...Quem um dia irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração?..."


Acho que essa frase, em si, diz muito... Porque, afinal de contas, uma das coisas mais difíceis de serem entendidas é o que sentimos, é tão comum confundir os sentimentos, se enganar durante um tempo pra depois perceber que tudo não era tão intenso quanto parecia, ou então ao contrário, não dar bola enquanto se pode ter, pra mais tarde se arrepender e constatar que não se pode viver longe... Amor, amizade, carinho, afeto, são sensações que andam tão próximas e se confundem, chega a ser inútil discussões tentando entendê-las, mas acho que todos já se pegaram em algum momento de suas vidas pensando nisso.
Quantas coisas fazemos por impulso, quantas deixamos de fazer, por conta do que sentimos, ou muitas vezes por não entender bem o que se passa com a gente, como nossas vidas seriam diferentes se seguíssemos sempre o que a razão nos manda seguir, se a lógica imperasse...
Já falei em outro post sobre perguntas que fazemos durante nossas vidas, sem nunca acharmos as respostas, mas se não fôssemos tão complexos assim, se não fizéssemos tantas perguntas existencialistas, teria alguma graça em sermos seres racionais? O que sempre buscamos é uma vida melhor, com menos dúvidas e dilemas, e disso faz parte sorrir, chorar, sofrer, amar... O que não podemos é tentar abdicar de viver, não há vida sem momentos bons e ruins, não há aprendizado sem riscos, por isso é ingênuo dizer que nunca mais você vai se envolver com algúem para não sofrer, e quantas pessoas dizem isso!


Não queira sempre ser um vencedor na vida, perder também faz parte! Por mais ruim que venha a ser um momento de sua vida, com vários insucessos, invariavelmente uma hora ele dará lugar a conquistas positivas, que muitas vezes são ligadas a algo que você tirou de um instante difícil pelo qual tenha passado.


;)

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Vilões


Difícil mesmo é entender as pessoas! Você pode achar que conhece bem alguém, mas sempre há algo que essa pessoa pode fazer pra te surpreender... Alguns são capazes de passar por cima dos outros, você até pode achar que "vilões" assim são coisas de novela, mas como existem pessoas que não tem o menor escrúpulo de acabar com a vida dos outros em prol do seu próprio interesse! Escrevo isso depois de conhecer casos assim, mentiras plantadas como se fossem verdades, espalhadas "de boca em boca", assumem uma força impressionante. Até hoje nenhuma delas me atingiu diretamente, mas sim a pessoas que eu sei que não merecem, e mesmo sabendo que isso é algo que existe não deixo de, muitas vezes, me revoltar. Pior é poder fazer pouco ou nada pra mudar isso...
Eu penso que caminhamos, cada vez mais, pra um momento em que as relações humanas terão que ser revistas, não sei em quanto tempo, mas algum dia vai se tornar impossível a convivência humana, ou nos matamos todos em uma guerra, ou tentamos mudar a situação.
Pode até ser que os "vilões" ditos acima ajam achando que não estão fazendo nada de errado, por mil possíveis motivos, o modo como foram criados, suas experiências de vida, enfim, mas isso não diminui o problema que é tentar conseguir o que se quer a todo custo.

Sei lá, acho que esse post foi mais um desabafo, então se alguém ler isso desconsidere o nível em relação aos anteriores (risos).

Muitos podem achar tudo o que eu disse um exagero, falar que coisas assim sempre existiram, e o mundo não acabou por isso, só acho que esse tipo de comportamento tem muitas vezes se tornado comum, e isso sim me dá medo...


Ou eu sou muito louco, ou então parem o mundo agora que eu quero descer!

sábado, 24 de abril de 2010

Efeito Global


Música da banda gaúcha Ultramen, lançada em 2002, mas muito pertinente ainda, infelizmente, em 2010...



3
Composição: Ultramen


"Explosão - bomba de efeito moral
Coquetéis molotov voando pelo ar
Bala de borracha bala de verdade bala perdida
Sequestro relâmpago quanto vale a vida
Neo-liberalistas nazistas fascistas
FMI Ku-klux-klan racistas
Crentes - na chegada do novo Moisés
Pentágono de cara forças armadas fiéis
No hemisfério norte a sorte
Sente o cheiro forte da morte
E no hemisfério sul o céu não é tão azul
AK 47 16 60
USA diz stop vê se aguenta
O efeito estufa da ignorância
Cérebros transgênicos descartáveis
Sem importância
500 anos - de invasão e extermínio
500 anos - de estupro e latrocínio
Periferia vida problema estilo suburbano
DNA decifrado Genoma Humano
Capitalismo versus Fundamentalismo
O Islã magoado - pássaro ferido
E fudidos estaremos em questão de segundos
1, 2, 3, Bum - Terceiro Mundo
Fiel - em busca da justiça e da verdade
A eterna utopia da liberdade

Ação e reação - efeito global
3o. Mundo - 3a. Guerra Mundial
Ação e reação - efeito global
3o. Mundo - 3a. Guerra Mundial

Ação e reação - estilo contra-ataque
Armageddon apocalíptico - xeque-mate
Informação na rede a serviço do usuário
Formato mp3 - hacker revolucionário
Salafrário - quem não crê na revolução
Soldados da paz - aqui - Porto Alegre rincão
Loucos sóbrios punks skatistas
Índios pobres farrapos zapatistas
ONGs CTGs
Cooperativas ativas vivas MST
Coiotes cucarachas - hermanos mexicanos
Viva Zapata - por ti oramos

Ação e reação - efeito global
3o. Mundo - 3a. Guerra Mundial
Ação e reação - efeito global
3o. Mundo - 3a. Guerra Mundial"

Tantas Formas


Posso ser bem mais do que sou
Ou então achar que sou bem menos
Posso me iludir, ou jurar por mim mesmo
Trocar os pés pelas mãos, dar lições de moral
Te ver de longe, ou de perto, não faz mal
Viver de mentira alguns dias
Falar a verdade por instinto
Te dizer o que eu sinto
Te tirar do caminho
Posso assumir tantas formas
Ou achar melhor me esconder
Mas o que sou de verdade, nunca vou saber
Coisas que a vida nunca vai dizer...




Márcio 24/04/2010

sexta-feira, 23 de abril de 2010

E Eu Prefiro Ser...


E eu prefiro ser... Essa metamorfose ambulante!


Sinceramente, eu prefiro não ter opiniões e posições cem por cento tomadas sobre tudo na vida. Conheço muita gente que fica buscando isso, ficam querendo a todo custo saber tudo sobre todos os assuntos, só para depois dizer "Ah, agora já tenho minha opinião formada!". Não é uma questão de ser "em cima do muro", de não ter ideologias, é que pra mim a vida todo dia te traz novidades, tudo que você tem certeza hoje, pode mudar amanhã.
Parecem até frases de livros de auto-ajuda, não é mesmo? (risos), mas na verdade isso é uma das coisas que eu posso dizer que aprendi nessa vida, principalmente com relação a opiniões sobre as pessoas, NUNCA diga algo definitivo sobre alguém, a mente humana é complexa demais, você pode dizer muito bem hoje que nunca mais vai falar com alguém, e amanhã ou depois a pessoa se tornar (novamente) essencial na sua vida. Na maioria das vezes isso não dá certo, mas há sempre exceções (risos).

Então, não tenho vergonha nenhuma de admitir que as vezes erro meus julgamentos, apesar de tentar sempre não julgar antecipadamente, mas é disso que vivemos, de erros e acertos, quem tem medo de errar não vive...

domingo, 11 de abril de 2010

Mentir Pra Si Mesmo É Sempre A Pior Mentira


E quando você não consegue ser sincero com você mesmo? Você sabe que está fazendo as coisas erradas, de um modo errado, mas simplesmente não consegue ser diferente... Você não age da mesma maneira quando está com seus amigos, muda o jeito de tratar as pessoas, e depois se arrepende. Se tudo que você sabe que deve fazer, você fizesse... Mas as coisas não funcionam assim sempre, o medo do que as pessoas vão pensar muda muita coisa, vivemos num mundo de aparências, e você acaba se adequando a isso, muitas vezes até sem pensar.
Parece um ciclo sem final, você magoando quem não merece, e depois tendo que pedir desculpa, tenta mudar, e no fim das contas acaba tudo igual.


Quem sabe com o tempo as pessoas amadurecem, e mudam suas atitudes, depois de muito se decepcionar com elas...


Você pode mentir pro mundo inteiro, suas mentiras podem trazer muitas coisas ruins, mas nada é pior do que mentir pra si mesmo. Se você não é sincero em suas atitudes, você nunca vai conseguir se sentir em paz de espírito...

segunda-feira, 29 de março de 2010

De Quem É A Culpa?


E é assim. Se cada um de nós deixássemos de sempre culpar os outros pelas coisas que dão errado, se nossos esforços fossem sempre direcionados a achar e corrigir nossos próprios defeitos, se cada um tivesse coragem de assumir seus atos, ao invés de tentar eximir sua consciência de qualquer peso, talvez aí muitos problemas em nossas vidas seriam resolvidos. Talvez seja uma coisa meio irreal demais para se imaginar, mas quem sabe um dia as pessoas (ou pelo menos, grande parte delas) percebam que esse é um dos maiores motivos que fazem o ódio mútuo aumentar. Que fazem as guerras acontecerem.
O mundo precisa de compreensão, de tolerância, na teoria é muito simples de entender, continuo com meus sonhos ufanistas, e a minha parte, pelo menos, eu vou tentar fazer...

domingo, 21 de março de 2010

AYRTON SENNA - HOMENAGEM




1 de Maio de 1994, já se foram 15 anos. Já se foram 15 anos sem as belas manhãs de domingo. Se foram 15 anos sem o herói brasileiro. Num é um herói que veste uma armadura ou alguma capa, muito menos usa um elmo e nem é munido de superpoderes ou outras armas. Este herói sobretudo é um ser humano, este usava um macacão vermelho com um capacete amarelo, aahh, este possui sim uma arma, a mais tradicional delas era um carro vermelho e branco, e este herói também possuía poderes sim! O poder da superação, da garra, da coragem, da vontade de vencer! Este herói quando vencia vestia verde e amarelo, e quando não estava no topo também! Seu nome? Em sua identidade tinha como Ayrton Senna da Silva, mas popularmente este era conhecido por: AYRTON SENNA DO BRASIL! 15 anos sem o Ayrton, naquele fatídico dia, nós descobrimos aquilo em que nunca acreditávamos, que os heróis também podem morrer. Naquele dia morreu um homem e nasceu uma lenda!
-

(Autor desconhecido)




Se Ayrton estivesse vivo , completaria 50 anos hoje! Um dos maiores ídolos da história deste país, e também do esporte mundial. E meu também, particularmente.













vídeo motivacional




domingo, 14 de março de 2010

Quanto Vale a Vida? (Parte II)


Na primeira parte desse post, eu coloquei uma música do engenheiros do Hawaii, que acho que tem muito a ver com o que quero falar com essa pergunta que é título da postagem. Afinal de contas, quanto vale a vida? Posso levar essa pergunta para vários lados, mas o que mais quero colocar aqui é relacionado a alguns acontecimentos com pessoas próximas a mim, jovens com uma vida inteira pela frente, que já tentaram acabar com a própria vida, ou então, mantêm a ideia de fazer isso em breve, se tiverem oportunidade.
Eu até pouco tempo atrás imaginava que casos assim entre jovens não eram muito comuns. Achei que eram poucas exceções, mas acabei descobrindo que a depressão profunda nessa faixa etária é mais comum do que muitos imaginam, e isso só vai aumentando com o passar dos anos.
Não quero entrar em muitos detalhes sobre essas pessoas que conheço, e que passam por essa dificuldade, até para não expôr ninguém, mas eu me peguei tentando entender como pode pessoas muitas vezes queridas por todo mundo chegarem a esse ponto. Parece que para o resto do mundo você está bem, enquanto dentro de você algo simplesmente não se encaixa, pessoas que todo mundo julga serem fortes, pelo o que te demonstram no dia-a-dia, mas que na verdade precisam de ajuda urgente para lidarem com os seus problemas.
É de se pensar bem antes de dizer que você conhece realmente alguém, muitas vezes você acaba surpreendido...

E o por que de se achar que hoje em dia a depressão é muito mais comum? Pode ser tanta coisa, como o modo de vida em que a maioria de nós vive atualmente, correndo o dia inteiro, com seus pais e familiares sem tempo pra você, e você sendo cobrado o tempo todo por resultados na escola, na faculdade, pressionado em conseguir um emprego, pressionado em alcançar a tão sonhada "estabilidade financeira" e o "sucesso profissional", que tanto é alardiado até pela mídia.

Li em algum lugar esses tempos (se foi em um blog de algum amigo me desculpe, eu realmente não lembro), que as relações humanas estão se encaminhando para um colapso, e que deveríamos repensá-las rapidamente para que não se torne algo incontrolável em breve. Apesar de todos os exageros, eu concordo com isso, as pessoas cada vez mais cedo assumem responsabilidades e problemas que não são comuns para a sua idade.

Os pré-adolescentes hoje mesmo, muitos já falam em namoros com 11, 12 anos, enquanto que, quando eu tinha essa idade (nem faz tanto tempo assim [risos]), a maior preocupação era a de completar o álbum de figurinhas do Pokémon.



Mas enfim, o meu texto que já está grande e muito "cabeça", agora ganha ares de saudosismo também, então melhor parar por aqui.

Esse post foi mais um "desabafo", e uma crítica ao mundo do jeito que eu vejo, que pode ser diferente do jeito que muitas pessoas veem.

sábado, 13 de março de 2010

Um Sorriso Vale Mais


Um verso, e não vou mais me importar
Uma lágrima que cai sem precisar
Um sorriso vale mais
Um sorriso vale mais
Um gesto, e nem todos vão gostar
Dos versos que fiz sem esperar
Um gesto, um sorriso, ou uma lágrima
Semeam a esperança, ou trazem as mágoas
Se a dor é tanta, melhor apagá-la
Trazendo o sorriso, que há tanto esperava
De todos os riscos, nenhum me tirava
A coragem de tentar...





Márcio 12/03/10

sexta-feira, 12 de março de 2010

Quanto Vale a Vida? (Parte I)


Engenheiros do Hawaii - Quanto Vale a Vida?




"Quanto vale a vida de qualquer um de nós?
quanto vale a vida em qualquer situação?
quanto valia a vida perdida sem razão?
num beco sem saída, quanto vale a vida?
são segredos que a gente não conta
são contas que a gente não faz
quem souber quanto vale, fale em alto e bom som
quantas vidas vale o tesouro nacional?
quantas vidas cabem na foto do jornal?
às sete da manhã, quanto vale a vida
depois da meia-noite, antes de abrir o sinal?
são segredos que a gente não conta
(faz de conta que não quer nem saber)
quem souber, fale agora ou cale-se para sempre
quanto vale a vida acima de qualquer suspeita?
quanto vale a vida debaixo dos viadutos?
quanto vale a vida perto do fim do mês?
quanto vale a vida longe de quem nos faz viver?
são segredos que a gente não conta
são contas que a gente não faz
coisas que o dinheiro não compra
perguntas que a gente não faz:
quanto vale a vida?
nas garras da águia
nas asas da pomba
em poucas palavras
no silêncio total
no olho do furacão
na ilha da fantasia
quanto vale a vida?
quanto vale a vida na última cena
quando todo mundo pode ser herói?
quanto vale a vida quando vale a pena?
quanto vale quando dói?
são coisas que o dinheiro não compra
perguntas que a gente não faz:
quanto vale a vida?"




(Humberto Gessinger)

quarta-feira, 3 de março de 2010

Como Nossos Pais


Você já parou pra perceber? Mesmo com todos os avanços tecnológicos do mundo em que vivemos, mesmo com todas as mudanças de comportamento que ocorreram nas últimas decadas, mesmo assim, em muitos aspectos ainda somos que nem nossos pais eram quando tinham a nossa idade. Muitas dúvidas são as mesmas, faz parte do ser humano viver questionando, principalmente quando somos jovens, e a maioria dessas perguntas ficam sempre sem resposta. Muito provavelmente vai ser sempre assim, enquanto houver vida, haverá dúvidas, mas ao mesmo tempo é um paradoxo dizer que "no tempo dos meus pais tudo era diferente", na verdade muita coisa continua do mesmo jeito, o que acontece é que com a vivência que eles tiveram (e que você também vai ter um dia) muitos questionamentos ficaram meio "de lado" em seus pensamentos. A responsabilidade que aumenta nas pessoas com o passar dos anos causa isso, o mundo não te dá muita oportunidade de ficar pensando, a não ser que sua profissão seja a de filósofo (risos).

Não adianta procurar a resposta para tudo, se um dia você achar que conseguiu, vem a vida e muda todas as perguntas.





"Minha dor é perceber
Que apesar de termos
Feito tudo o que fizemos
Ainda somos os mesmos
E vivemos
Ainda somos os mesmos
E vivemos
Como os nossos pais..."



"Como Nossos Pais", música de Belchior, imortalizada na voz de Elis Regina.

Do Seu Lado


Longe de tudo, agora mesmo
Penso no que vi, e no que não vejo
Desejar ter o que não tenho
Se faz sentido esperar tanto tempo
Longe do mundo, agora mesmo
Ela não acredita que vai mudar
Passa os dias a se perguntar
Por que só conseguir ficar sozinha?

E eu que me sinto cada vez mais perto
Eu que só queria fazer o certo
Não quero pôr tudo a perder
Se ela mudar o jeito de ver o mundo
Nem que seja só por uns minutos
Do seu lado, vai perceber quem está





Márcio 03/03/10

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Opostos


É tão tênue a linha entre a vida e a morte
É difícil entender o que é azar e sorte
Me perco nesse abismo
Dos dois lados da moeda
Entre a dor e a alegria
Do ódio e do amor
Dia e noite, noite e dia
De tudo isso, nada faz sentido

O sol que traz a chuva
Água apagando fogo
A esperança nasce de novo
Enquanto morre a solidão
A mentira e a verdade (a razão)
As lágrimas e o sorriso

A guerra e a paz
O desejo se refaz
Entre as linhas de tiro
A bondade e a maldade no coração
O passado interfere no futuro
Sonhos e pesadelos

A vida é cheia de extremos
Os opostos se atraem
Pra beira do abismo
Cair sem erguer jamais...





P.S. Escrito a muito tempo atrás :)

O Valor da Amizade


Eu pensei em criar um post falando de falsos "amigos" ontem, estava de cabeça quente, pensando em como as pessoas podem enganar e se deixar enganar muitas vezes, tive algumas decepções recentes com isso, mas resolvi mudar a direção do que vou escrever.
Eu reparei que é em momentos assim que você descobre outros amigos, os amigos que valem a pena mesmo, aqueles que fazem de tudo pra te ver sorrir nessas horas. Então achei que não vale a pena ficar falando de quem não merece, mas sim, agradecer a quem realmente me faz e me fez bem sempre!
Pessoas assim te fazem sentir alguém importante, apesar de todos os seus defeitos, enaltecem as suas qualidades, e é pessoas assim que eu quero ao meu redor, que eu quero pra minha vida... Claro que amigos também tem que te alertar sobre o que você está fazendo de errado, mas em momentos que você quer que o mundo inteiro se exploda, nada melhor que alguém pra te fazer rir, e pra voltar a ver o mundo de outro jeito.
Eu só tenho que agradecer, e pedir sempre pra corresponder a essas amizades, porque não tem nada que eu preze mais do que a amizade.



"Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos. Não percebem o amor que lhes devoto e a absoluta necessidade que tenho deles. A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor, eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos; enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade.

Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos! Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e que minha vida depende de suas existências...

A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem. Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida. Mas, porque não os procuro com assiduidade, não posso lhes dizer o quanto gosto deles. Eles não iriam acreditar! (...)"

Vinicius de Moraes